Abordagem individualizada do paciente com apneia obstrutiva do sono

O cuidado com a saúde tem ultrapassado o tecnicismo. A terapia boa para uns, pode não o ser para outros. Assim, devemos pensar em tratamentos individuais.

Há cerca de 15 anos, o biólogo americano Leroy Hood desenvolveu uma forma diferenciada de abordar o paciente. A esse novo conceito chamou os 4 P’s da medicina:
– Preditiva
– Preventiva
– Personalizada
– Participativa

Fatores preditivos englobam características individuais que possam favorecer a presença da Síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS). Obesidade, padrão facial classe 2, circunferência cervical e abdominal elevadas são alguns exemplos. Esses indivíduos devem ser submetidos a meticuloso exame clínico, responder questionários específicos e, no caso de indícios positivos, encaminhar ao exame de polissonografia.

Atitudes preventivas começam na fase infantil. Crianças com a relação maxilo-mandibular desfavorável, presença de adenoide e amígdalas volumosas devem ser tratadas. A melhora na passagem aérea, seja por ação cirúrgica ou por meio de ortodontia/ortopedia impulsionam o crescimento (produção adequada do GH). Assim, as vias aéreas são também beneficiadas, prevenindo a presença da SAOS.

A personalização abrange desde o diagnóstico até o tratamento. Apesar da polissonografia tipo 1 ser o padrão-ouro, poucos locais têm o serviço. Assim, em cidades onde ela não é oferecida, um exame domiciliar pode ser de grande valia. Em relação ao tratamento, alguns se adaptam bem ao CPAP, outros ao aparelho intra oral ou à fonoterapia. Ainda têm aqueles em que a cirurgia ortognática é a mais indicada. O profissional atento decidirá qual a melhor opção ou opções.

Por último, a participação do paciente se integrando à(s) terapia(s) é de suma importância. Informá-lo dos benefícios a serem alcançados, da melhora na qualidade de vida e da diminuição do risco de outras doenças levará a um maior engajamento e adesão, favorecendo o prognóstico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *