Gengivite: saiba o que é e como tratar

Gengivite: saiba o que é e como tratar

Esta imagem mostra um sorriso com gengiva saudável (lado esquerdo) e outro com gengivite (lado direito).

Você já sentiu as suas gengivas sensíveis e com um leve inchaço? Esses sintomas podem ser sinal de uma gengivite – uma inflamação na gengiva causada pelo acúmulo de placas bacterianas. A condição, muitas vezes negligenciada, tem um tratamento simples e os danos podem ser revertidos com facilidade, já que nesse estágio nem o osso nem o tecido que seguram os dentes foram comprometidos.

No entanto, se não cuidada, a gengivite pode se desenvolver em uma periodontite e ter efeitos irreversíveis aos dentes e ao sorriso do paciente. Em uma periodontite, a inflamação atinge também o osso alveolar, responsável pela sustentação do dente. Esta fase pode levar a um amolecimento do dente e posteriormente a sua perda.

Causas e sintomas da gengivite

A gengivite é formada a partir do acúmulo de placa bacteriana na região ao redor dos dentes. Essa película viscosa e incolor, também chamada de biofilme, vai aumentando com o tempo e se solidificando, até se transformar em tártaro – tipo de placa que apenas o dentista é capaz de retirar.

A falta de higiene é considerada a principal causa da gengivite, seguida por baixa produção de saliva e exposição a certos medicamentos e metais pesados. Ele também pode aparecer pontualmente durante a puberdade, na gravidez e na menopausa devido às alterações hormonais. A gengivite pode ser ainda uma manifestação de algumas doenças como herpes labial, Aids, diabetes entre outras.

Dentistas afirmam que uma prevenção simples à gengivite é a escovação correta com creme dental após as refeições e o uso de fio dental ao menos uma vez ao dia. O fio dental, inclusive, é essencial no combate aos pequenos acúmulos de comida próximos aos dentes.

Se isso não for feito, as bactérias presentes na boca se reproduzem e eliminam toxinas que irritam a mucosa da gengiva e causam uma leve dor, inchaço e vermelhidão na região. Essa sensibilidade também causa o sangramento durante a escovação e, em casos mais avançados, ao recuo da gengiva dando um efeito mais alongado aos dentes.

Outro sintoma bastante comum é o mau hálito, uma vez que ao metabolizarem os restos de comida as bactérias eliminam toxinas que geram o mau odor.

A dor raramente é apontada como um sintoma da gengivite.

Como tratar gengivite

O tratamento da gengivite é simples. É necessário uma escovação correta, associada ao uso diário de fio dental para remover completamente os restos de alimentos dos dentes e evitar que a placa se transforme em tártaro.

Se a gengivite ainda estiver no início é possível que apenas com uma higiene bucal adequada os sintomas sejam revertidos e a condição desapareça. Caso já tenha a formação de tártaro ou uma placa bacteriana mais espessa é necessário o auxílio de um dentista para retirá-la e recomendar a utilização de antibióticos e anti-inflamatórios.

Visitar um dentista regularmente (pelo menos de uma a duas vezes por ano) auxilia no diagnóstico rápido da condição e em um tratamento mais simples e menos doloroso. Ele também pode orientar o paciente sobre a melhor forma de fazer a limpeza bucal.

Evitar cigarros e outras formas de tabaco também é recomendado, uma vez que as toxinas também causam irritação da gengiva. O açúcar é outro grande causador de placa bacteriana e a redução no seu consumo ajuda no combate à gengivite.

Para mais informações ligue e agende uma consulta.

Clínica Orto Padrão
Av. N. S. de Copacabana, 1137 sala 306 – Copacabana – RJ
Tel: (21) 2521-1241

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *